Pular para o conteúdo
h2 class="titulo-posts">Categoria: Notícias


Dom Helder adere à campanha para moradores de rua

Comunidades Acadêmicas estão participando com doações de alimentos e material de higiene. Saiba como participar você também.

As pessoas que moram na rua estão entre os mais vulneráveis ao Coronavírus. E por isso, também, estão entre os que mais correm risco de propagação do vírus. Em Belo Horizonte, há aproximadamente 5 mil moradores de rua. A iniciativa da Pastoral Nacional do Povo de Rua (ONG ligada à Conferência dos Bispos do Brasil – CNBB) visa prevenir e apoiar estas pessoas, reduzindo os riscos e possibilitando sua alimentação básica. Todos sabemos que, com o isolamento, essa gente está abandonada à própria sorte, pois não havendo pessoas circulando pelas ruas, quase sumiram os donativos de tempos normais.

Leia também

Para a Irmã Cristina Bove, da Pastoral, foi terrível a angústia dos moradores de rua com o início do isolamento social na capital. “No primeiro dia foi assustador porque as pessoas estavam sem informação nenhuma. Eles só viram que todo mundo desapareceu, não tinha mais distribuição de alimentos, e quem aparecia estava de máscara”, recorda.

Assim, a Pastoral iniciou há 15 dias ações para ajudar a população de rua. No primeiro fim de semana com os restaurantes populares fechados, 3 mil marmitas foram distribuídas com o auxílio de voluntários. A irmã Cristina também conta que eles receberam água da Copasa para entregar às pessoas, e também vêm montando kits de higiene com álcool em gel e sabonetes.

A Escola de Engenharia – EMGE e a Escola de Direito – Dom Helder, através do seu programa CENPRE – Solidariedade e Empatia, também estão colaborando com doação de materiais de higiene pessoal e substituição de seus cobertores para dormir.

Com o apoio dos padres franciscanos, o Colégio Santo Antônio cedeu sua quadra esportiva para receber os donativos e ajudar na distribuição.

Você também está convidado a participar encaminhando suas doações para:

Quadra Esportiva do Colégio Santo Antônio

R. Santa Rita Durão, 1033 – Savassi, Belo Horizonte – MG, 30130-156

Horário: 10h às 12h / das 14h às 16 (inclusive, sábados e domingos)

Tel. (31) 98374- 5587 / (31) 9940-26451

KIT HIGIENE:

Álcool em gel, escova de dente, creme dental, mini sabonete, mini sabão, mini shampoo, papel toalha, papel higiênico.

OUTROS ITENS:

Máscaras, luvas, cobertor, roupas, absorventes, calçados, sacos de lixo.

KIT ALIMENTAÇÃO:

Água, sucos, achocolatados, biscoitos, pão

DOAÇÕES DE DINHEIRO:

Associação Pastoral Nacional do Povo da Rua

CNPJ 02267.877/0001-20

Banco Itaú, Conta Corrente: 10712-8

Agência: 3319

Professores declamam trecho de Grande Sertão Veredas

Diante da situação em que nos encontramos neste momento da pandemia da Covid-19, 51 integrantes do corpo docente da Dom Helder Escola de Direito participaram de um vídeo em que declamam um trecho do livro “Grande Sertão: Veredas”, de João Guimarães Rosa. Cada um com sua entrega e suas características únicas, que conhecemos tão bem.

Esta postagem não é sobre eles, é sobre todos nós. É sobre cada um fazer a sua parte. Formar uma corrente de amor, colaboração e empatia. É provável que muitos sentimentos surjam durante os 101 segundos deste vídeo. Que eles se multipliquem, nos dando força e esperança para enfrentar este momento difícil, novo, decisivo.

Afinal, o que a vida quer da gente? Coragem. União e corresponsabilidade.

Confira o vídeo:

Carta aos integrantes da comunidade acadêmica

Diante da atual pandemia de Covid-19, diversas instituições de ensino superior têm se posicionado no sentido de garantir a segurança de suas comunidades acadêmicas e cumprir sua responsabilidade social.

Confira na íntegra a carta aberta:

Prezados(as) Estudantes, Docentes e Técnicos Administrativos,

Escrevemos a vocês por ocasião da prorrogação do Regime Letivo Remoto, a que denominamos CENPRE (Continuidade do Ensino Presencial), enquanto durarem as restrições governamentais aplicadas às Instituições de Ensino Superior.

Estamos vivendo um momento decisivo para o nosso tempo, e disso compartilham todas as instituições vinculadas à rede de Ensino dos Jesuítas, em especial, aquelas que estão situadas em nosso estado de Minas Gerais.

A maneira como respondemos ao que estamos vivendo é o que mais importa neste momento: isso nos fará diferente. A EMGE e a Dom Helder buscaram se posicionar rapidamente na transição entre o Ensino Presencial e o ambiente virtual, a partir dos princípios norteadores de seu próprio modo de proceder pedagógico.

Com bases sólidas podemos olhar com esperança o futuro! O CENPRE busca articular protagonismo e criatividade corresponsável para despertar competências, habilidade e atitudes, permeadas pela nossa insígnia do Magis.

Estamos fazendo coisas incríveis e descobrindo grandes talentos. Formamos uma equipe de força-tarefa, em que cada setor trabalha incansavelmente para unir forças em favor do propósito de entregar valores aos nossos estudantes: TI, Pró-reitorias, NEP, Necom e muitos outros. E, na base deste time, estão os docentes e estudantes.

Tem sido entusiasmante acompanhar os professores e professoras da EMGE e da Dom Helder determinados a entregar o máximo de si para que possamos construir resultados eficazes e significativos.

Da mesma forma, os estudantes. Temos recebido muitos elogios de como nossas Escolas ofereceram rápida resposta aos acontecimentos, de maneira responsável e eficiente.

Registramos, nesta oportunidade, nosso sincero agradecimento ao setor da Tecnologia, que, de modo eficiente, oferece soluções diárias, seja pela migração ágil ou pela constante interação com docentes e estudantes. Toda estrutura presencial foi transferida, literalmente, ao ambiente virtual. O estudante acessa a plataforma e encontra sua turma, seus colegas, seus professores. Isso é extraordinário!

Outra característica do CENPRE, que tem saltado aos nossos olhos, é a possibilidade de agregar competência digital à nossa comunidade acadêmica; utilizamos um sistema interativo e híbrido, suscitando novas possibilidades pedagógico-metodológicas de ensino-aprendizagem e de avaliação, com apoio das plataformas Moodle, Teams e outras.

Para que possamos ampliar ainda mais nossas estruturas de comunicação, dois Núcleos têm sido fundamentais: o NEP, no atendimento personalizado dos Estudantes, e o Necom, com o monitoramento do fluxo de informações e a promoção de campanhas virtuais, para que melhor se estabeleça a proximidade das Escolas com os nossos docentes e estudantes.

Para isso, desenvolvemos a Campanha de Corresponsabilidade Social e Empatia, em que se fundamentam todas as nossas iniciativas, com generosidade e união no combate à Covid-19.

Fiquem firmes!

Fiquem seguros!

Mantenham contato!

E agora uma novidade para a comunidade acadêmica da EMGE e da Dom Helder: nossa biblioteca está aberta para você fazer pedidos de livros online ou por telefone, conforme orientações já encaminhadas. Aproveitem!

Queremos agradecer a todos e a todas por trabalharem juntos para fazer o que é certo, mesmo que isso signifique adiar projetos ou desistir de coisas que apreciamos.

Afirmamos aos integrantes da Comunidade Acadêmica da EMGE e da Dom Helder, em especial aos nossos estudantes, que estamos envidando todos os esforços possíveis para preservar a continuidade do semestre acadêmico, mitigando eventuais prejuízos, tal como a prorrogação do término do curso. Tão logo retornarmos à normalidade de nossas atividades, faremos uma consulta ampla a docentes e estudantes para estabelecer a reposição de aulas de laboratório, aos estudantes da EMGE, de Prática Jurídica, aos estudantes da Dom Helder (cf. MEC – Portaria 343, de 17 de março de 2020), bem como oferecer, eventualmente, aulas revisionais de conteúdo.

Dói ter de mudar muito rapidamente, mas o mundo mudou justamente na nossa vez! E exige de nós que sejamos capazes de nos unir, de nos ajudar, para que possamos continuar inseridos na comunidade humana global.

Não há outra Instituição no mundo com a qual preferimos trabalhar nesse momento. Sentimos muito orgulho de vocês. Nós vamos superar esse desafio juntos. Essa é uma promessa da EMGE e da Dom Helder.

Em gesto de solidariedade, estamos promovendo a campanha de doação de alimentos e de kits de higiene para moradores de rua, juntamente com a Pastoral Nacional do Povo de Rua, conforme informações em nossas páginas eletrônicas.

Cuidem-se!

Cordial abraço,

Prof. Franclim J. S. de Brito (Reitor da EMGE)

P. Paulo U. Stumpf SJ (Reitor da Dom Helder).

Biblioteca estará disponível para empréstimo de livros

A Dom Helder Escola de Direito e a EMGE Escola de Engenharia iniciam, nesta terça-feira (31), o empréstimo de livros da biblioteca por meio do programa de Continuidade do Ensino Presencial (CENPRE). As escolas estarão abertas das 9h às 16h para que os estudantes possam buscá-los.

O procedimento de reserva dos exemplares deverá ser feito online ou por telefone (2125-8813) nos mesmos horários acima. Isto é, o aluno deverá reservar o livro desejado por meio de solicitação no Portal Acadêmico ou por meio de ligação para a biblioteca.

Os livros estarão disponíveis na entrada das escolas. Para retirá-los será necessário identificar-se para o porteiro através de interfone e assinar a ficha de empréstimo. A devolução dos livros será feita somente na volta às aulas presenciais.

É importante ressaltar que este procedimento é indicado somente àqueles que conseguem se deslocar com o próprio automóvel, sem ter a necessidade de utilizar transportes coletivos. A equipe da Dom Helder e a EMGE também poderá entregar os livros a um motoboy, que deverá retornar às escolas com a ficha de empréstimo assinada pelo estudante.

Neste momento, pedimos a compreensão e colaboração de todos para que a pandemia e o isolamento social passem sem maiores transtornos. É recomendado que fiquem em casa e só saiam por motivos de extrema importância, tomando todo o cuidado necessário.

Biblioteca Dom Helder e EMGE
Telefone: (31) 2125-8813
E-mails: biblioteca@domhelder.edu.br e biblioteca@emge.edu.br

Regime Letivo Remoto é prorrogado até o dia 30 de abril

Em virtude do atual cenário da pandemia de Covid-19, que ainda demanda isolamento social, a Dom Helder Escola de Direito e a EMGE Escola de Engenharia prorrogam o Regime Letivo Remoto até o dia 30 de abril. As aulas e avaliações seguem realizadas por meio do programa Continuidade do Ensino Presencial (CENPRE). “Está sendo um trabalho muito intenso, que incluiu a adaptação de metodologias tecnológicas já exitosas em nossas instituições, reuniões com docentes, preparação de material didático, de conteúdos, informação e treinamento dos estudantes. Agradeço à equipe do CENPRE pela sua dedicação e seriedade, aos professores, que não estão medindo esforços, e a toda comunidade acadêmica”, afirma o professor Pe Paulo Stumpf SJ, reitor da Dom Helder.

O reitor lembra que, desde o início de março, a Dom Helder e a EMGE tomaram medidas preventivas, antes mesmo das orientações públicas, e seguirão atentas aos desdobramentos da grave pandemia da Covid-19, cuja extensão ainda é imprevisível. “Temos firme esperança de que logo poderemos voltar à normalidade. Estamos fazendo o máximo para dar continuidade às atividades letivas, sem perder tempo nem ânimo. Vamos juntos, com o sentimento de que todos pertencemos a uma comunidade acadêmica que comunga e se solidariza com toda a comunidade humana”, destaca Pe Paulo Stumpf.

Para o professor Franclim Brito, reitor da EMGE, estamos vivendo um momento decisivo para o nosso tempo; e disso compartilham todas as instituições vinculadas à rede de Ensino dos Jesuítas. “A maneira como respondemos ao que estamos vivendo é o que mais importa neste momento: isso nos fará diferentes”, afirma Franclim. O reitor aponta que, além da criação do CENPRE, a Dom Helder e a EMGE continuam trabalhando incansavelmente para apresentar novas soluções. Uma delas é a abertura da biblioteca para o pedido de livros online ou por telefone.

Veja as orientações para empréstimo na apresentação abaixo!

“Fiquem firmes. Fiquem seguros. Mantenham contato. Nós vamos superar esse momento juntos. Essa é uma promessa da EMGE e da Dom Helder”, finaliza Franclim.

Saiba como foi o workshop ‘Implantação de Compliance’

No dia 12 de março, a Dom Helder Escola de Direito e a EMGE Escola de Engenharia sediaram o 1º Workshop InfoAction – Implantação de Compliance à nova Lei de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Na oportunidade, estiveram presentes profissionais de várias áreas de atuação e foi possível aprender, na prática, como lidar com os impactos que a lei trará para as empresas, de modo geral.

Com uma abordagem diferenciada, em que os problemas da LGPD são vistos como uma oportunidade estratégica para as empresas se prepararem para a realidade da era da informação, os profissionais da InfoAction demonstraram a grande necessidade de investimentos na mudança da cultura empresarial, onde a informação e o conhecimento são o cerne da discussão.

Segundo Cláudio Pessoa, professor da EMGE e diretor da InfoAction, é preciso enxergar que uma boa política de gestão e segurança da informação, implantada com visão estratégica, dará às empresas um grande diferencial competitivo, pois permite conhecer melhor o mercado, os clientes e suas reais necessidades. “Isso faz com que as empresas criem produtos e serviços de forma inovadora entregando aos clientes aquilo que eles esperam”, ressalta o professor.

A LGPD (Lei 13.709/18) foi sancionada em agosto de 2018 e entrará em vigor em agosto de 2020, cumprindo o chamado Vacatio Legis, prazo legal para uma lei entrar em vigor. Muitas empresas sequer ainda sabem de sua existência e não se moveram para se adequar a ela. Entretanto, o professor Cláudio Pessoa argumenta: “ver a lei como ameaça é um grande erro. Ela é a grande oportunidade da virada estratégica da empresa, pois terá que se planejar para a lei, e poderá ir além disso”.

O Workshop contou com quatro palestras que trataram de assuntos como a LGPD e o impacto nas empresas, uma visão estratégica da LGPD, a gestão da informação e como aplicar na prática uma política de segurança alinhada à LGPD. Após nivelamento teórico, os participantes seguiram para um hands on, onde viram na prática como se prepararem para implantação de políticas de gestão e segurança da informação alinhadas ao Compliance.

Em breve teremos nosso segundo Workshop que possibilitará a participação e um estímulo ao conhecimento na área, permitindo com que empresários e gestores preparem o seu negócio para prosperar neste novo mundo, agora regido por uma nova legislação.

Mais informações sobre o Workshop e sobre a LGPD poderão ser encontradas no site da InfoAcition: www.infoaction.com.br

Movimento Ecos: Juntos, podemos contra a Covid-19

Por Amanda Medeiros

O ano se iniciou com esperança de um projeto maior, com mais acessibilidade, mais desenvolvimento sustentável e com mais protagonismo da sociedade como um todo, dentro ou fora dos limites da escola. Porém, 2020 também começou com imprevistos que tomaram uma dimensão grande dentro da sociedade. O que podemos citar com propriedade é a pandemia mundial do novo Coronavírus, em que por medidas de segurança, tivemos que suspender os trabalhos em geral.

Movimento Ecos: nucleadora visita CICALT – Plug Minas

Por Rayssa Fonseca

O cuidado com o meio ambiente é um dever de todos e é essa ideia que o Movimento Ecos leva para as escolas. A expressão “Juntos, podemos” nos remete a esse viés de união, uma participação conjunta no desenvolvimento do Projeto Socioambiental e decorrer das atividades.

Para que o Movimento Ecos tenha o maior efeito possível, há participação conjunta de alunos das escolas parceiras, professores orientadores, docentes e direção da escola, alunos bolsistas, bolsistas de assistência técnica, nucleadores, estagiários, coordenação geral e comunidade num âmbito geral, além do apoio da Secretaria de Estado de Educação.

Dom Helder e EMGE lançam programa CENPRE

Instituições reforçam o compromisso com a excelência e fortalecem ações de corresponsabilidade social, uma das metas da Pedagogia Inaciana.

Neste momento global de intensos esforços para evitar a disseminação da COVID-19, a Dom Helder Escola de Direito e a EMGE Escola de Engenharia lançaram o programa Continuidade do Ensino Presencial (CENPRE). O objetivo é garantir a qualidade do serviço educacional, preservando as especificidades da Pedagogia Inaciana no que se refere aos seus princípios, metodologia e metas. Dessa forma, o programa realiza a migração das aulas presenciais para o ambiente virtual, por meio de diferentes plataformas, e promove o ensino em tempo real, com encontros virtuais entre os alunos e professores.

Além disso, o CENPRE potencializa o desenvolvimento da Competência Digital e o uso confiante, crítico e criativo das tecnologias para atingir as metas relacionadas à aprendizagem. O programa fortalece, ainda, os quatro pilares que sustentam as diretrizes de ensino das instituições: conhecimento, competência, habilidade e atitude. “Eles são primordiais para o exercício profissional na era digital. Nosso programa promove um espaço interativo e híbrido, utilizando várias ferramentas distintas para interação entre estudantes e professores. Combina espaços diferenciados de ensino e aprendizagem (online-real) e novas possibilidades pedagógico-metodológicas de avaliação”, reforça a professora Anacélia Santos Rocha, pró-reitora de Ensino.

Pedagogia Inaciana

Para a Pedagogia Inaciana, a flexibilidade curricular e a personalização dos estudos são de fundamental importância e seguem contempladas pelo CENPRE. Da mesma forma, o Protagonismo Discente continua a exercer um papel de destaque neste novo momento. A Dom Helder e a EMGE acreditam que o estudante é o principal sujeito de seu desenvolvimento e deve adotar uma postura engajada e proativa. Para tanto, as instituições disponibilizarão todos os recursos possíveis e necessários.

A Pedagogia Inaciana propõe ainda uma educação na liberdade pessoalmente responsável, com autodeterminação e autodisciplina, e uma atitude crítica e reflexiva diante dos desafios acadêmicos. Outro importante princípio é o Magis, que significa a realização do melhor possível em todas as dimensões, atividades e momentos, para si e para os demais.

Socialmente, o estudante deve demonstrar interesse e sensibilidade para com os desafios de seu tempo. Esta meta é chamada pela Pedagogia Inaciana de Corresponsabilidade, e certamente contribuirá para conter a pandemia COVID-19, um desafio que transformará nossa geração.

Funcionamento das disciplinas no CENPRE

As disciplinas manterão a mesma distribuição de pontos:

1ª Avaliação Parcial: 30 pontos.
2ª Avaliação Parcial: 30 pontos.
3ª Avaliação Final: 30 pontos.

Avaliações Múltiplas: 10 pontos conforme os critérios estipulados pelo professor da disciplina.

A aplicação da primeira Avaliação Parcial ocorrerá da seguinte forma:

  • Será seguido, na íntegra, o calendário oficial de avaliações já divulgado desde o início do semestre;
  • A avaliação será disponibilizada na plataforma Moodle, dentro do Modulo I, na mesma data e horário de início que estavam previstos no calendário (correspondentes à aula presencial em que seria aplicada) e poderá ser respondida e entregue, no prazo de 24 horas, a contar do referido horário. A entrega poderá ser feita pela plataforma ou na portaria da Escola em envelope lacrado, com identificação do estudante, curso, turma, disciplina e professor.

Plataformas

A abertura da Plataforma Moodle para os alunos ocorreu na segunda-feira (23/03).

Endereço: http://cenpre.domhelder.edu.br
Login: o mesmo utilizado para acesso ao Portal Acadêmico.
Senha: número do CPF (somente os números).

Caso o aluno já tenha acessado anteriormente a plataforma Moodle para disciplinas na modalidade Ensino a Distância (EaD), o acesso continua o mesmo (não foi alterado).

Além da plataforma Moodle, foi disponibilizado também o acesso ao Microsoft Teams – um canal para trabalho em equipe no Office 365. Ele permite conversas, reuniões e colaboração online, não importa o local em que estudante esteja.

Endereço: https://teams.microsoft.com/start ou http://office365.com
Login: [USUARIO]@academico.domhelder.edu.br (o mesmo usuário utilizado para acesso aos computadores da escola).
Senha: a mesma senha utilizada nos computadores da escola.

Por que adotamos o programa CENPRE?

Atualmente, existem mais de 300 milhões de estudantes fora das salas de aulas presenciais em todo o mundo. Isso levou as instituições educacionais a mudarem seu modo presencial para online. A Universidade da Pennsylvania, parceira da Dom Helder para a realização de intercâmbios, e a Universidade de Harvard, por exemplo, redesenharam as estruturas de ensino-aprendizagem.

No âmbito nacional, percebe-se um esforço, por parte de todos, para adaptar-se às circunstâncias. Além disso, a diminuição da circulação e reunião de pessoas é uma exigência legal, prevista pelo Decreto nº 17.297 de 17 de março de 2020, do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil. Mais diretiva ainda é a Portaria nº 343, do Ministério da Educação (MEC), de 17 de março de 2020, que “dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus”.

“Estamos juntos! Temos orgulho de ser Dom Helder e EMGE! E convidamos a comunidade acadêmica a estar unida, mais do que nunca, para que possamos, com corresponsabilidade social e criatividade, adotarmos o CENPRE como ferramenta eficaz. Atravessaremos o desafio da COVID-19 juntos”, afirma o professor Franclim Brito, reitor da EMGE Escola de Engenharia.
Contamos com o empenho de todos, com ânimo e generosidade, para somarmos forças no combate a esta ameaça. Venceremos!

Dúvidas e informações:
cenpre@domhelder.edu.br
cenpre@emge.edu.br

QUER CONHECER A DOM HELDER E A EMGE MAIS DE PERTO?

Estamos de portas abertas pra você!

Agende uma visita Tuor Virtual

© 2021 Escola Superior Dom Helder Câmara - Todos os direitos reservados